Procon vai abrir processo administrativo para acompanhar troca de medidores de luz

Compartilhe essa idéia!

 

Reunião da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) com representantes da Energisa, na manhã da terça-feira, 26 de junho, discutiu o elevado número de reclamações de consumidores da região central de Corumbá, que observaram aumento excessivo no consumo de energia, após substituição de medidores, por modelo mais moderno cuja leitura é registrada eletronicamente pela central em Campo Grande, dispensando a presença do leiturista.

Participaram do encontro o diretor-executivo do Procon, Alexandre do Carmo Taques Vasconcellos, o supervisor de atendimento da Energisa, Marcos Antonio Luglio, juntamente com o coordenador de Cadastro e Leitura, Jonas, o supervisor de operação de Corumbá, Douglas, e o coordenador de planejamento e projetos especiais, Fabrício.

O diretor-executivo do Procon Corumbá mostrou-se bastante preocupado com a situação, que inclusive será debatida juntamente com os demais Procons do Estado e a diretoria da Energisa, em Campo Grande, no início de julho.

De acordo com a Coordenação de Cadastro e Leitura da concessionária do serviço, foram substituídos 1.200 medidores no Centro de Corumbá. A Energisa apontou variação excessiva em 29 medidores, sendo considerado excessivo o aumento acima de 30% em relação à medição colhida pelo medidor anterior. Ainda segundo a concessionária do serviço de energia, a troca de medidores é parte de um projeto de avanço tecnológico desenvolvido pela empresa.

“O Procon Corumbá não concorda com a atual política adotada pela empresa e vai instaurar processo administrativo para apurar possíveis infrações ao direito do consumidor, sobretudo no que diz respeito à forma de faturamento do consumo de energia”, informou o diretor-executivo Alexandre Vasconcellos. Com informações da assessoria de comunicação da PMC. 

Veja a matéria completa em:
http://diarionline.com.br/?s=noticia&id=103337

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *